quarta-feira, fevereiro 6

Há palavras que nos beijam

HÁ PALAVRAS QUE NOS BEIJAM

Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca,
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto,
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas, inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído,
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.

Alexandre O'Neill




Sobretudo, as palavras que são proferidas com todo o sentir da alma...
Essas são palavras que residirão para sempre no coração.
Palavras, doces palavras...
Que tanto podem amar, como destruir...
E tudo, porque emanadas
Com um determinado sentir.


Onda Encantada

3 comentários:

guntty disse...

Palavras,
Meras Palavras! (se fossem...)
Só Palavras!

Energia pura em forma de letras
Que ressoa
e entoa
A mais alta vibração...
Que rodopia
directa
No Coração...

Célia Shanti Priya disse...

Obrigada por ter esse blog tão sensível...e tão necessário no dia de hoje...

Om Shanti

Onda Encantada disse...

Célia

A sensibilidade reside no coração daqueles que a conseguem sentir, daqueles que verdadeiramente conseguem deixar o seu Amor correr e fluir por mares, rios, e vales e mundos fora...

A gratidão, só pode então ser para ti que permites ao teu Ser que isso aconteça. :)


Com muito Amor

Onda Encantada

Selos

EU SOU LUZ E QUERO ILUMINAR...
Cada passo do meu caminho para poder partilhá-lo contigo.