segunda-feira, agosto 21

Sobre o Beijo

O beijo deve ser sonoro. O seu som, leve e prolongado, eleva-se entre a lingua e o bordo húmido do céu da boca, produzido pelo movimento da lingua na boca e a deslocação da saliva provocada pela sucção.
Um beijo dado na superfície dos lábios e acompanhado por um som como o que fazemos para chamar um gato não dá qualquer prazer. Este beijo fica bem para as crianças, ou para as mãos. O beijo descrito antes, e que pertence à copulação, provoca uma voluptuosidade deliciosa. Cabe-te a ti aprender a diferença.

- De o Jardim das Delicias, traduzido para inglês por Sir Richard Burton, em 1886

:-)

Hoje apeteceu-me colocar um post, slightly different.

2 comentários:

eva moon disse...

Muito sugestivo... não haja dúvidas...

Anónimo disse...

Também sou pela diferença!!!
E sim acho que Sir Richard Burton sabia disto. :-)
Raquel

Selos

EU SOU LUZ E QUERO ILUMINAR...
Cada passo do meu caminho para poder partilhá-lo contigo.