sexta-feira, novembro 17

Regresso a Casa


- O que é que realmente queres, Michael? Diz-nos o que realmente desejas. Mas tem cuidado com o que vais dizer, pois a energia de Deus, geralmente, é literal. Além disso, nós sabemos o que tu sabes. Não podes enganar a tua própria natureza.

...

- Tu não tens ideia do quê e de quem és realmente, Michael Thomas. Achas-me maravilhoso? Pois deverias ver como Tu és! Um dia verás. Quanto a conhecer os teus pensamentos e sentimentos, é claro que os conheço. Sou uma parte do apoio que recebes, portanto estou contigo de muitas maneiras. É uma honra para mim aparecer junto de ti. Desta vez, porém, é a tua intenção que criará as mudanças. Tens agora a oportunidade de me dizer, ou não, qual o teu maior desejo como ser humano. A resposta deve vir do teu próprio coração e ser dita em voz alta, para todos ouvirem, até tu! A tua decisão representará uma enorme diferença para muitos seres.
Mike deixou aquelas palavras penetrarem dentro dele. Teria de dizer a sua verdade, mesmo que não fosse exactamente o que o anjo queria ouvir. Pensou por um momento e disse:
- Eu quero ir para casa! Estou cansado desta vida de ser humano!
...
- Michael Thomas de Propósito Puro, a fim de determinar se é isto que queres, devo fazer-te mais uma pergunta antes de continuar a falar sobre o assunto: o que esperas ganhar indo para Casa?
...
- Quero ser amado e estar perto do amor. Quero sentir-me pacífico durante a minha existência. Não quero estar sujeito às preocupações e às interacções triviais daqueles que me cercam. Não quero preocupar-me com dinheiro. Quero sentir-me solto! Estou cansado de estar sozinho. Quero sentir-me importante para outras entidades no Universo. Quero saber o propósito da minha existência, e que a minha parte no céu - seja qual for o seu nome - é útil ao plano de Deus. Não quero continuar a ser um ser humano como tenho sido. Quero ser como tu! É isto que "ir para Casa" significa para mim.


Também já pensei assim...

Mas cresci! E agora acredito que a minha função, o meu propósito têm que ser cumpridos aqui em baixo, e que não tenho eu que "ir para Casa", mas tenho que trazer a casa até mim.

Ser embaixo como em cima. Criar a minha casa aqui para mim, para a minha familia e para todos os que me rodeiam.

Entender que o céu, não é lá, mas sim aqui. E que é aqui que tenho que vivenciar todas as experiências que me permitem evoluir. E utilizar o meu potencial criador para criar a minha própria vida, tal e qual como quero.

Isto sim, é ir para Casa!

Excerto retirado do livro 5 de Kryon - O Regresso a Casa em que Michael Thomas conversa com o Anjo Branco
(para quem não leu, aconselho vivamente esta leitura)

9 comentários:

Anónimo disse...

As parábolas do Kryon. Excelentes.

Já estão publicados o livros 1, 2 e 3, na Estrela Polar.

O 4 e o 5 (este, do post) serão publicados até Janeiro.

Informação recebida da editora.

Um abraço

lucy disse...

Sempre me acho identificada neste blog. Quantas vezes, longe 'destas coisas' espirituais que agora estão escritas por todo o lado, eu proferia esta frase, olhando para o céu: "Quero ir para casa!" De há tempos para cá, já não. Aprendi a gostar do lugar onde vivo e a fazer dele o meu paraíso. A VER TUDO COM OUTROS OLHOS. Ainda hoje, ia na estrada a conduzir, a olhar o céu bem carregado e cinzento e a pensar "como é bom viver, com chuva, sol,... como bom é viver na Terra". Hoje, o planeta que me acolheu é o útero da minha mãe, é aquele onde depositei a vida, é a minha casa.

Beijos

Cachorro Cosmico Branco disse...

António,
Já conheço os outros, mas obrigada pela info do lançamento do 4 e 5.
Abraço

Cachorro Cosmico Branco disse...

Lucy,

É isso mesmo! Esse é o sentimento.
É como, aqui há tempos, chovia torrencialmente, e eu ao som de Bach, andava na rua, a sorrir, pelo imenso prazer de estar viva e de estar neste planeta, que é a minha casa.
Independentemente da minha origem estelar, é aqui que tenho que estar agora.

Obrigada pelas tuas palavras Lucy.
Um grande abraço CÓSMICO.

Anónimo disse...

É verdade: é aqui que tenho que estar agora.

Mas às vezes dá uma saudade tão grande de algo de que não me lembro que parece que me vou partir ou explodir.
O planeta Terra é muito lindo e eu amo-a cada vez mais.

No final do livro, se bem me lembro, o Michael percebeu que ascender significa, também, ficar na Terra, (mas sentindo-se FELIZ,LIVRE...), não precisava de ir para outro lugar, afinal.

Abraço * * *
CN

Cachorro Cosmico Branco disse...

CN

:)
Como eu te compreendo.
Mas também sei das alterações que tenho sentido, o que tenho passado e o que cresci neste último ano.
Li este livro há cerca de um ano, e foi muito importante para mim. Estava numa fase em que sentia muita coisa externamente, não integrada.

Neste momento encontro-me bem mais integrada e consciente de quem sou.

Um grande abraço

o cálice disse...

Entendo o regresso a casa como o regresso ao Ser.
Todas as certezas com que chegamos a este planeta nos são retiradas logo na infância com as limitações impostas pela matriz (social ou outra)...é imperativo regressar a essa essência.
Regressar ao SER.

Anónimo disse...

Vou começar a ler o Kryon.

Fica bem.

Anónimo disse...

Deixei um recado no teu mail.

Selos

EU SOU LUZ E QUERO ILUMINAR...
Cada passo do meu caminho para poder partilhá-lo contigo.