segunda-feira, novembro 27

Como escapar da escuridão

Escapar da escuridão envolve dois passos: primeiro, o reconhecimento de que a escuridão não pode ocultar. Este passo, normalmente, acarreta medo. Segundo, o reconhecimento de que não há nada que queiras ocultar ainda que o pudesses fazer. Quando te dispuseres a não esconder nada, não só estarás disposto a entrar em comunhão, como também compreenderás a paz e a alegria.

A santidade nunca pode estar realmente oculta na escuridão, mas podes enganar-te a ti mesmo a esse respeito. Esse mal-entendido faz com que fiques assustado porque, no teu coração, reconheces que é um engano e fazes um grande esforço para estabelecer a sua realidade. O milagre põe a realidade onde ela deve estar. A realidade só pode estar no espírito, e o milagre reconhece somente a verdade. Desta forma dissipa as tuas ilusões sobre ti mesmo e coloca-te em comunhão contigo e com Deus…

Leia o resto do texto e comente no Blog:

Nave Azul

Um excelente texto:
Um Curso em Milagres
Texto - Capítulo 1
IV. Como escapar da escuridão

Numa iniciativa conjunta os seguintes blogues possuem todos o mesmo post colocado a 27 de Novembro:
Nave Azul
O Cálice
O Novo Homem
Postais da Novalis
Fuzil Cósmico
Difusão da Alma
Com a Palavra, o Meu Lado Infinito
(por razões técnicas só fará a sua publicação mais tarde)

10 comentários:

lucy disse...

Cachorro Cósmico Branco, diz-me o que entendes tu por 'Expiação'. Não entendi. A Mónada já me deu uma explicação, mas gostava de saber a tua. Obrigada.

Beijos amigos

Cachorro Cosmico Branco disse...

Ola Lucy,

Quando tirares a roupa, quando te despojares de tudo o que te resguarda e te sentires vulnerável, só poderás olhar para quem tu és.

Quem és tu?

Só nesta altura saberás que és. Nada mais te resta a não ser tu própria.
Aquilo que te vês, te observas, sentes.
Frio, calor, felicidade, vergonha, amor, respeito e todos os sentimentos que daí surgirem. Amas-te?
Olhar para dentro, expiar-mo-nos, de tudo o que nos rodeia, mesmo lá pertencendo (ao tudo o que nos rodeia), Traz-nos a CONSCIÊNCIA do nosso próprio EU, a consciência de QUEM SOMOS NÓS!?!?!?!

Lucy, fico-te grata pela tua pergunta.

Bem hajas.

Um Enorme abraço cósmico.

lucy disse...

Ah, agora já percebi melhor... Curioso, fui deixar um comentário no André e é sobre o que falas. Vou lá copiá-lo e volto já. Obrigada amiguinha.

lucy disse...

'Cachorro'

Foi isto que escrevi lá em: http://lumenorigine.blogspot.com/

Enquanto fui criança, fisicamente, eu não vivia o meu ser. Sentia-me velha, como se tivesse o mundo nas costas. Achava que sabia demais para a minha idade. Muitos medos preenchiam a minha visão. Rejeitava-me de tal ordem que não via saída, só como espectadora de mim mesma é que me aguentava. "Eu não era eu". Passei por uma fase de vida de recolhimento, de isolamento social. Mas um novo ser renasceu em mim. Levou tempo e só hoje começo a ter a noção da leveza do meu ser. Agora, que estou na meia idade, sinto-me cada vez mais nova, mais leve, o fardo desapareceu... Já posso sentar-me no chão com a minha neta de um ano e sentir-me igual a ela. Consegui despojar-me de mim. Passei a sentir uma felicidade interior que não se apaga facilmente, um contentamento com as coisas mais simples da vida. Já não necessito de sair de mim para me aceitar. Miro-me ao espelho e já não tenho medos no olhar. A vida tornou-se num caminhar mais claro, sem metas a alcançar, simplesmente a alegria da caminhada, sem riscos, só o caminho...

Anónimo disse...

Cachorro cósmico

Atrevi-me a ler os vossos comentários.

Excelentes.

Fica aqui um desafio a ambas:

Cachorro: a resposta que deu à amiga Lucy dá um post. Com os retoques que entender fazer. Muito bom.

Lucy: o último comentário que aqui fizeste daria um belo post no teu blogue. Com os retoques que entenderes fazer. Muito bom.

Um abraço a ambas.

P.S.: "Outras vidas para além de Urântia" - lol

Cachorro Cosmico Branco disse...

Ah! Lucy, é mesmo isso?
Então porque me perguntaste?

O Universo é justo, é MUITO JUSTO e sabe bem o que faz.

É A.R. é tão justo que reconhece as almas para lá de Urantia. Se não, de que outra forma eu sentiria isto por uma pessoa que nunca vi.É uma irmã para mim.

É isso Lucy, reconheço-te como irmã.

Vou pensar no assunto do post, quem sabe... ;)
Obg pela dica.

Cachorro Cosmico Branco disse...

Lucy, erro de digitação, não pretendia colocar uma questão, mas sim uma afirmação!

É mesmo isso que escreveste!

lucy disse...

Irmãzinha:

Como fiquei feliz de saber que me estimas! Eu também, mana. Que bom, ter entrado neste mundo 'imaginário' e descobrir a minha família! Já tenho a Ma Jivan, a flor Violeta e uma 'Cachorrinha'. Sou feliz...

Menina, eu perguntei porque não entendia o significado de 'expiação' como 'despojamento'.

Talvez venha a colocar o post que o A.R. aconselhou, mas uma coisa é a gente comentar aqui directamente, conforme tudo o que nos vem ao coração e à boca, e outra é fazermos um arranjo bonitinho para 'inglês ver'. Vou pensar!...

Maninha, passa bem e vai comentando comigo. Beijinhos. Um dia destes, ponho o Scooby e a Bonny a imaginar como és...

Anónimo disse...

O texto não é fácil...

Vim espreitar só para dizer boa tarde e dar um abraço aos presentes :)
Um impulso: Gosto muito de ti e da Lucy * (agora só falta um desconhecido me oferecer flores. "Isso é impulse..." Eheh

CN * * *

Cachorro Cosmico Branco disse...

Lucy,

Entendi que não tinhas percebido a palavra, mas tinhas o entendimento todo dela.
Foi isso que quis dizer.

CN,
É sim CN, é bom deixarmos falar os nossos "impulses" :)

Abraço a ambas e fiquem em PAZ.

Selos

EU SOU LUZ E QUERO ILUMINAR...
Cada passo do meu caminho para poder partilhá-lo contigo.