sábado, abril 7

À procura ... de mim...



O tempo
O tempo não sabe nada
O tempo não tem razão
O tempo nunca existiu
É da nossa invenção

Se abandonarmos as horas para nos sentirmos sós
Meu amor o tempo somos nós

O espaço tem o volume
da imaginação
Além do nosso horizonte
existe outra dimensão

O espaço foi construído sem princípio nem fim
Meu amor tu cabes dentro de mim

O meu tesouro és tu
Eternamente tu
Não há passos divergentes para quem se quer encontrar

A nossa história começa
na total escuridão
Onde o mistério ultrapassa
a nossa compreensão

A nossa história é o esforço para alcançar a luz
meu amor o impossível seduz

O meu tesouro és tu
Eternamente tu
Não há passos divergentes para quem se quer encontrar


Poema de Jorge Palma

Agora e sempre em busca do meu inner-self...
Quando a vida nos traz doçuras amamos, quando a vida nos traz agruras entristecemos, é tudo uma questão de nos mantermos-nos centrados (e como... mas como é difícil, por vezes, isto!), olharmos à volta e agradecermos ser quem somos, mesmo que por momentos, nos esqueçamos disso.


Luz no coração e muita paz na alma... e que saibam que cada dia é para ser vivido...
É isto que me digo A Mim.

9 comentários:

Anónimo disse...

Hoje é dia da Ressureição de Jesus.
Que seja ressuscitado em nós o possível e um pouco mais.
"Eu sou a Ressurreição e a Vida", disse Ele.
Bom dia, minha Cacorrinho querida.
Obrigada pelo que dizes também a mim.
Abraço *
CN

Maçã de Junho disse...

A agenda, a obra, o universo artístico, o aguardado novo álbum de Jorge Palma em www.bloguepalmaniaco.blogspot.com
newsletter/informações: contactar ladoerradodanoite@hotmail.com

Cachorro Cosmico Branco disse...

CN,
No dia da ressurreição, renasci... Um bocadinho mais...
Na verdade, morro e nasço com tanta frequencia, que qualquer dia nâo volto mesmo!!! :D

Bem hajas CN.

Abraço doce de luz no teu coração

Fontez disse...

lindissimo poema...
o amor destrói o tempo...

Cachorro Cosmico Branco disse...

Fontez,
O amor por nós próprios... O amor por nós próprios... A nossa busca do nosso Eu Interior, da nossa essencia, daquele que visto do lado do Ego é o TU.
Por isso não se podem dissociar: "Não há passos divergentes para quem se quer encontrar."

É de facto um lindo poema, também gosto muito.

Abraço cósmico

Chama Violeta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chama Violeta disse...

A vida sem o tempo não segue em frente! Escrevi algo sobre isso em meu blog,aparece lá se quiseres.
Beijinhos de luz!

BIGMAC disse...

Deixa as estrelas e agarra-te á vida, deixa as palavras e dá-te prazer e a quem o merece, fala menos, pensa menos e vive mais, pouco mais vais retirar daqui!

Cachorro Cosmico Branco disse...

Bigmac,

Não diria melhor...
Viver, Viver, Viver... cada dia, como se não houvesse amanhã.
100% de acordo.

Tão de acordo que procuro integrar o meu Ego com a minha Essencia...

Aí então vivo a 300% ;))

Selos

EU SOU LUZ E QUERO ILUMINAR...
Cada passo do meu caminho para poder partilhá-lo contigo.