domingo, agosto 5

Sê o grande sopro


Esse teu corpo é um fardo.
É uma grande montanha abafando-te.
Não te deixando sentir o vento livre
Do Infinito.
Quebra o teu corpo em cavernas
Para dentro de ti rugir
A força livre do ar.
Destrói mais essa prisão de pedra.
Faze-te recepo.
Âmbito.
Espaço.
Amplia-te.
Sê o grande sopro
Que circula...


Cecilia Meireles

2 comentários:

Lucy disse...

"Quebra o teu corpo em cavernas
Para dentro de ti rugir
A força livre do ar.
Destrói mais essa prisão de pedra."

Mas nao quebres os ossos! Cuidado com os apertos!
Se precisares de mim na caverna do amor, chama.

Um abraco
Lucy

Maria disse...

É isso amiga... vamos circular. Gostei. Vim dar-te um beijo.

Selos

EU SOU LUZ E QUERO ILUMINAR...
Cada passo do meu caminho para poder partilhá-lo contigo.