quinta-feira, outubro 19

Olhar


Estou a Olhar...
Olho para todo o lado.

Olho acima. olho abaixo. olho à direita. olho à esquerda...

E então compreendo.

Para onde quer que eu olhe. É tudo universo.
Pleno, cheio e maravilhoso.
E aparto-me.

Do mundo que me rodeia.
Alheio-me. Da fome. Da guerra. Das bombas. Dos atentados. Da miséria.
E entendo.
É tudo fruto. De escolhas.
Certas? Erradas?
Só cada um por si poderá falar. E aprender.

E quando olho. Novamente. Depois deste pensamento me ter aflorado.
Continuo a sentir.
É maravilhoso viver. O nosso planeta, a nossa galáxia, e todo o universo, são maravilhosos.
E então pergunto-me.

E achas mesmo o mundo maravilhoso? E como podes alhear-te? Ignoras o que existe?

E concluo.
Não posso evitar escolhas que outros fizeram. Foram escolhas deles.
Não posso alhear-me do que existe. Existe.
Não posso ignorar as coisas. Elas são.

Mas posso amar. E enviar todo meu amor a toda a terra. Enviá-lo a todo o universo. Enviar a todas as pessoas que fizeram as escolhas que fizeram.
Talvez... que com esse envio. Uma luz consiga penetrar nos seus corações. E percebam um dia.

Que olhar para o alto. Para muito alto. Nos faz perder o nosso centro. E cair.
Que olhar para dentro. E ter a coragem de ir bem fundo. Bem dentro. Conseguimos descobrir qual melhor escolha para nós. Naquele momento.

Pax


Todas as fotos tiradas por mim.

15 comentários:

Anónimo disse...

Simplesmente lindo... Excelente... Fico sem palavras a saborear as que escreveste.

Fica bem.

lucy disse...

Entrei, olhei dentro e gostei.

Quando o mergulho for bem fundo nas nossas almas, então, poderemos alçar voo às mais elevadas altitudes. Poderemos, enfim, planar acima das preocupações.

Um abraço pelo reencontro

(Tem 3 blogues, vou visitar os outros)

Anónimo disse...

Tu olhas com olhos de amor. Um olhar de amor...

E eu fico com o coração quentinho, aqui.

Abraço da
CN

Cachorro Cosmico Branco disse...

A Mónada,

Sabes, acredito que aquilo que saboreamos, como aquilo que vemos, está directamente ligado àquilo sentimos. Se não sentirmos, certamente veremos e saborearemos com outros sentidos, que não os do coração.

A tua presença por cá, é me muito querida.
Por isso te estou grata.

Abraço cósmico.

Cachorro Cosmico Branco disse...

Lucy,

Quer seja um mergulho às profundezas da nossa alma, ou uma escalada às alturas do nosso coração (depende do estado em que nos encontramos), certamente, encontraremos uma coisa, o nosso próprio SER.

Um abraço

Cachorro Cosmico Branco disse...

Casca de Noz? É isso CN?

Curiosamente, é isso que sinto também contigo. Quando me escreves.
A tua presença por aqui também me é sempre quentinha e doce.

Grata te estou pela tua presença e carinho.

;)

Anónimo disse...

Casca de noz, sim.

:) :) : )

Cachorro Cosmico Branco disse...

CN ;)

Olga Correia disse...

Gostei muito, das palavras e das imagens. Mas houve uma expressão que me deixou confusa: "Que olhar para o alto. Para muito alto. Nos faz perder o nosso centro. E cair." Não era suposto, tal como olhar para dentro, ser bom olhar para o alto?
:)

Cachorro Cosmico Branco disse...

Olga Correia,
Aquilo que vês é o que o teu coração te transmite. Se olhares para o alto com os olhos 3D, sem colocares o teu coração. sem que seja o teu coração a olhar, o que acontece?
Se olhares com os olhos do coração, antes de olhares para o alto, certamente já terás olhado para dentro.
Fico feliz por apareceres.
Bem hajas.

greentea disse...

Mas posso amar. E enviar todo meu amor a toda a terra. Enviá-lo a todo o universo. Enviar a todas as pessoas que fizeram as escolhas que fizeram.



e posso enviar-te um beijo!

Anónimo disse...

Já cá vim várias vezes para reler o texto e sempre parti sem deixar um comentário.

Palavras suas - "E ter a coragem de ir bem fundo. Bem dentro. Conseguimos descobrir qual melhor escolha para nós. Naquele momento."

É uma viagem intensa. São véus e véus a serem afastados. São barreiras a serem retiradas. Não é fácil, mas é possível.

Quando se trabalha com coisas muito densas (livros, no meu caso) a viagem ainda é mais longa, mais profunda, mas só há uma forma de a fazer:

- acreditar, sempre.

Cachorro Cosmico Branco disse...

Greentea, :)

Obrigada! E um beijo para ti tambem.


António,

Já passei também várias vezes pela sua resposta.
E continua a "bater-me" a palavra aceitação. Sem acreditarmos não poderemos procurar, mas temos, TEMOS mesmo que saber aceitar, aquilo que nos é dado. Mesmo que não seja aquilo que queremos.

Acreditar, Sim... Aceitar... Também.

Maria disse...

Que abençoadas somos, por poder escolher a nossa via!
Quando tomamos a consciência de Ser, de Estar, de Existir!
És uma mulher maravilhosa! Única... um ser perfeito à imagem de Deus.
Minha amiga, para ti, um abraço pleno de Amor

Cachorro Cosmico Branco disse...

Maria,

É de facto muito bom sermos CONSCIENTES.
Só isto...

Dou-te um abraço cósmico e um agradecimento pelas tuas palavras.
Eu sou um ser a caminho da perfeição. (ainda tenho uns carmazitos, sabes?) ;)

Selos

EU SOU LUZ E QUERO ILUMINAR...
Cada passo do meu caminho para poder partilhá-lo contigo.